quarta-feira, 15 de outubro de 2008

.houve um tempo.


Houve um tempo em que a minha janela
se abria sobre a margem do rio
que desenhava a distância entre mim e ti.


Sem comentários: